Mensagens

A arte de pensar e imaginar

 No âmbito da Semana Europeia do Desporto Escolar, o Clube de Xadrez do nosso Agrupamento, através do seu coordenador, professor José Carlos Cunha, dinamizou, na Biblioteca Escolar, uma atividade de sensibilização à modalidade.

"Sabores da nossa terra"

Inserido no plano das artes, as educadoras do nosso Agrupamento desenvolveram o projeto  "Sabores da nossa terra" que contou com a colaboração dos pais e encarregados de educação. Agora, vamos pôr a mão na massa e testar as receitas que parecem ser deliciosas. Parabéns  a todos pelo trabalho desenvolvido! https://drive.google.com/file/d/1zpqTEJhwsq_Imz2Jdx1li7ZpnaOFhQS1/view?usp=sharing

SOS Azulejo

Imagem
Os nossos alunos do 9º ano, inspirados na azulejaria da capela de Santa Ana, em Ribeirão, bem como em pesquisas efetuadas, elaboraram os seus projetos de azulejos na Oficina de Artistas. Este trabalho culminou com uma exposição aberta a toda a comunidade educativa. Parabéns a todos pelos excelentes trabalhos!

"Olhares da nossa terra"

Imagem
 Apresentamos o trabalho final, de caráter interdisciplinar, "Olhares da nossa terra" que teve como principal objetivo levar os alunos do 6º ano e a turma do 8º D à descoberta do património material e imaterial das freguesias da área de influência do nosso Agrupamento. Foi um projeto bastante trabalhoso, com pesquisa documental e de campo, trabalhos artísticos e novas tecnologias. A todos os envolvidos o nosso agradecimento e muitos parabéns.  

DAC- "Quintais"

Imagem
A turma 3 B  da Escola EB1 de Ribeirão  realizou um trabalho interdisciplinar baseado na obra   "O livro dos quintais" de Isabel Minhós Martins.   Após a leitura e  análise da obra , os alunos desenvolveram as suas capacidades de pesquisa e  colocaram mãos à obra criando um trabalho prático em três dimensões que resultou em pequenos quintais muito imaginativos. Parabéns a todos!

Pintura de um azulejo na Escola de Cerâmica Fundação Castro Alves

Os alunos do 4º ano da Escola Básica nº1 de Ribeirão, acompanhados pelos pais/encarregados de educação, dirigiram-se à Escola de Cerâmica Fundação Castro Alves onde participaram num workshop de Cerâmica artística para a conceção de um painel de cerâmica. Esta iniciativa visa a colocação de um painel de azulejos na Clínica da Mulher e Criança na Unidade Hospitalar de Famalicão. Os alunos participantes nesta atividade nasceram no hospital de Famalicão. Segundo os alunos, esta atividade foi muito interessante, divertida e inesquecível como podemos visualizar no registo fotográfico que espelha todo o entusiasmo sentido.

Eu e a música

Imagem
Os alunos do 6ºA, turma do Ensino Articulado, demonstraram os seus dotes musicais e todo o trabalho desenvolvido ao longo de todo o ano letivo no CCM, tocando pequenas peças na Biblioteca da EB 2,3 de Ribeirão.  

Temos artistas!

Imagem
Os alunos do 6º B, na aula de Educação Visual, demonstraram os seus dotes de artistas ao reproduzirem os monumentos da nossa terra. Parabéns a todos! 

Percursos pelo património

Com estes dias agradáveis, passear a pé é uma das melhores formas de estar em contacto com a natureza e de descobrir cantos e recantos da nossa terra. Os passeios são o ponto de partida para conhecermos melhor o património material e imaterial da nossa região. Os alunos do 8º D, na aula de Cidadania, fizeram pesquisas sobre o património histórico das suas freguesias e elaboraram desdobráveis com itinerários que servem de guia para partirmos à descoberta do nosso património. Vamos lá meter pés a caminho! Roteiro de Ribeirão Roteiro de Lousado Roteiro de Fradelos Roteiro de Vilarinho das Cambas

Estamos de parabéns!

Imagem
O nosso Agrupamento  foi o vencedor do Concurso das Cascatas Antoninas 2021, com o tema “Procissão de Santo António”.   A edição deste ano contou com a participação de 15 instituições famalicenses desde Escolas e IPSS’s a Coletividades Culturais e Desportivas.  A exposição decorreu no período das Festas Antoninas, de 04 a 13 de junho, na praça 9 de abril de V. N. de Famalicão. O Júri foi constituído por um elemento da Câmara Municipal (Historiador) e dois elementos convidados pelo Município um na área do Design e outro das Artes Plásticas. Associando a arte às tradições, no sentido de preservar a identidade cultural de um povo, que somos todos nós, o Departamento de Educação Especial projetou a construção da cascata de Santo António. Promovendo a inclusão, tirando partido das capacidades de cada um, este projeto englobou alunos de diferentes turmas (alguns deles com necessidades específicas) e vários níveis de ensino, incluindo os Jardins de Infância. A colaboração e articulação e

"Faz ó ó..."

De acordo com a Unesco, a música é considerada um património cultural imaterial da Humanidade. As composições musicais mais antigas expressam a história de um povo, a sua identidade e por esse motivo devem ser preservadas. Graças à memória das pessoas podemos conhecer essas composições antigas que variam de comunidade para comunidade. As canções de embalar, rotinas ternurentas que afetuosamente enlaçam sonoramente mãe e filho numa dimensão como que umbilical, são universais e transversais a todas as culturas e apresentam características peculiares, designadamente o facto de serem cantadas em tom de voz baixo, repetidas inúmeras vezes, contendo ideias gerais, de curto fôlego, rapidamente expostas, cantadas em verso e onomatopaicas. Têm como objetivo principal acalmar e adormecer a criança. Segundo Frederico Garcia Lorca, que fez uma recolha de canções de embalar, "o materno cantar no momento do adormecimento não visaria apenas a acalmia, mas também introduzir/apresentar a realida

Cascata de Santo António- trabalho final

A nossa cascata já se encontra em exposição na Praça 9 de abril, em Vila Nova de Famalicão,  até ao dia 14 de junho. Parabéns a todos os que tornaram este projeto possível, especialmente aos alunos, equipa de Educação Especial, educadoras, professores, assistentes operacionais e, em particular, à professora Josefina Campos e ao professor António Couto.

Cascata de Santo António

Imagem
O projeto " As nossas tradições “Santos populares"  está em desenvolvimento no nosso Agrupamento com a construção de uma cascata de Santo António. Tem como objetivos associar a Arte às tradições e promover a inclusão.  Nele participam alunos de várias turmas, alguns deles com necessidades educativas especiais, de diferentes níveis de ensino, incluindo Jardins de Infância. É um trabalho de colaboração entre educadoras, professores do ensino especial e de educação visual. Conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. O trabalho estará concluído em junho para que todos possam disfrutar da nossa cascata.

Ação Escola SOS Azulejo

Na Oficina de Artes, os alunos do 9º A e 9º B, no âmbito do Dia Nacional do Azulejo e da Ação Escola SOS Azulejo, recriaram um azulejo típico português com características geométricas. Este projeto pretendia sensibilizar os alunos para a importância e caráter únicos do património azulejar português, a que importa dar continuidade, bem como para a necessidade da sua valorização, proteção e fruição.  

Recriação de azulejos

Os alunos do 9ºC e 9ºD recriaram azulejos tradicionais portugueses na aula de Oficina de Artes. Vê os trabalhos no slideshare.    

Dia Nacional do Azulejo

Imagem
Para assinalar o Dia Nacional do Azulejo, que se comemora hoje, dia 6 de maio, damos-te a conhecer a última grande fábrica de azulejos e faianças artesanais da Europa:  a Fábrica Sant'Anna. A fábrica foi fundada em 1741, em Lisboa. Era conhecida como Olaria das Terras de Sant'Anna  e produzia principalmente louça utilitária de barro vermelho não vidrado. Com o terramoto de 1755, que devastou toda a cidade de Lisboa, a reconstrução da capital portuguesa tornou-se essencial e urgente. Foi nessa altura que o azulejo se tornou moda, pois era necessário produzir grandes quantidades de azulejos para revestir os novos edifícios que eram erguidos. Assim, a Fábrica Sant’Anna teve um papel muito importante na reconstrução da cidade .  Os seus azulejos ainda estão presentes em muitos edifícios da Baixa de Lisboa, bem como em palácios e igrejas. Faz uma viagem virtual pela fábrica e descobre mais sobre o fantástico mundo dos azulejos portugueses, uma arte que é símbolo de Portugal e

"Olhares da nossa terra"

Imagem
Os alunos do 6º F, dando continuidade ao seu projeto sobre o Património, realizaram na aula de Educação Tecnológica, trabalhos em lã, um dos materiais utilizados na região, sobretudo pelas suas bisavós e avós, para confeção manual de casacos e camisolas.

Dia Mundial da Língua Portuguesa

Imagem
O Dia Mundial da Língua Portuguesa comemora-se a 5 de maio. Este dia celebra a projeção da quarta língua mais falada no mundo. Com cerca de 260 milhões de falantes, é língua oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. É também um das idiomas oficiais de Macau. Existem importantes comunidades falantes do português na América do Norte. As Nações Unidas estimam que, em 2050, 387 milhões de pessoas falem português. Os alunos do nosso Agrupamento assinalaram este dia vendo a mensagem do Secretário-geral da ONU, António Guterres; testemunhos de uma variedade de escritores, desportistas, cientistas, artistas e falantes da nossa língua espalhados pelos mundo.  Os alunos do 6º A não quiseram deixar de comemorar este dia escrevendo as palavras da Língua Portuguesa com maior significado para eles e ilustrando símbolos do nosso património.  

"Olhares da nossa terra"

Imagem
Os alunos do 6º F, no âmbito do tema "Olhares da nossa terra", elaboraram porta máscaras e postais, na aula de Educação Visual.

Dia Internacional da Dança 2021

Imagem
O   Dia Internacional da Dança celebra-se todos os anos a  29 de abril . A data foi criada em 1982 pelo Comité Internacional da Dança (CID) da UNESCO, que escolheu o dia 29 de abril como o Dia Internacional da Dança. A comemoração tem por base o dia de nascimento de Jean-Georges Noverre, que nasceu em 1727 e que foi um dos grandes nomes mundiais da dança. Para comemorar este dia partilhamos o vídeo  em que se juntaram vários artistas para doarem a sua arte para o público de todo mundo, sob o tema "Onde existe dança, existe vida! "

25 de abril- Dia da Liberdade

Imagem
Hoje comemora-se os 47 anos da Revolução de Abril . Aqui tens um vídeo da RTP para aprenderes, em menos de 2 minutos, como se vivia durante o Estado Novo e como aconteceu a Revolução. Podes ainda celebrar este dia construindo um cravo vermelho (símbolo da Revolução) em origami.

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

Imagem
Para comemorar o  Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Auto r visiona o vídeo seguinte com a leitura do livro Ler Doce Ler ,  de José Jorge Letria. F icarás a saber mais sobre os segredos que os livros escondem e sobre a sua principal missão: despertar o gosto pela leitura. Diverte-te a fazer um marcador de livros. Basta uma folha de papel e muita imaginação.

Dia Mundial da Terra

Imagem
O Dia da Terra é comemorado anualmente a 22 de abril. Este dia, também chamado de Dia do Planeta Terra ou Dia da Mãe Terra, reconhece a importância do planeta e alerta todos os habitantes para a a necessidade de preservar os recursos naturais do mundo. No ambiente escolar também se promove a reflexão sobre os temas ambientais, especialmente nesta data tão importante. Os nossos eco estudantes do 7º H, Ana Rita, Afonso e João Pedro, inspirados na natureza e nos problemas ambientais, realizam um cartaz de sensibilização de  toda a comunidade para  a urgência  do compromisso de todos em proteger e preservar   os recursos naturais, o ambiente e a sustentabilidade da Terra .

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Imagem
Hoje, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, damos-te a conhecer melhor a Ponte da Lagoncinha, em Lousado (Vila Nova de Famalicão) e o meio envolvente. É um monumento nacional da era do românico que atravessa o rio Ave numa extensão de 120 metros. Foi construída no século XII, provavelmente sobre as ruínas de uma antiga ponte romana na via que ligava Bracara Augusta a Portus Cale. Tem tabuleiro de perfil horizontal, com duas rampas, sobre 6 arcos desiguais, uns com arco de volta redonda e outros quebrados. Tem sistematicamente contrafortes com talhamares triangulares e talhantes quadrangulares. As guardas são de cantaria de granito e o pavimento é com lajes também em granito. Localiza-se na fronteira entre V. N. de Famalicão, Trofa e Santo Tirso e é cruzada diariamente por uma enorme quantidade de automóveis, tratando-se de um ponto importante de comunicação entre os diversos concelhos, fazendo inclusive parte da rota de Santiago.  

Dia Mundial do Circo

Imagem
Hoje é comemorado em todo o mundo o Dia Mundial do Circo! Sabias que bem perto de ti há uma escola de circo? Pois é, o   INAC - Instituto Nacional de Artes do Circo  é um polo internacional dedicado exclusivamente às artes do circo localizado em Vila Nova de Famalicão. O Instituto  tem como objetivo estimular e formar jovens artistas de circo num alto nível técnico e artístico através da  formação diária intensiva de diferentes disciplinas circenses (como manipulação de objetos, clown, equilíbrios, aéreos, acrobacia, etc. ) numa estreita relação com outras formas artísticas, nomeadamente, teatro e dança.

Dia Mundial da Arte - 15 de abril

Imagem
A comemoração do Dia Mundial da Arte é relativamente recente.Foi aprovada em 2012 pela IAA (International Art Association). O objetivo desta comemoração é promover o desenvolvimento, a difusão e a apreciação da arte em todo o mundo. A data foi escolhida por ser o dia do nascimento de Leonardo da Vinci, considerado um dos maiores génios artísticos de sempre já que foi pintor, escultor, poeta, arquiteto, músico, cientista , matemático, engenheiro, inventor, anatomista e botânico.  A ele é atribuída a frase  “A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível” . *** Para assinalar este dia, podes ver o vídeo com Picasso a pintar uma obra de arte. Podes ainda pintar desenhos de quadros famosos, fazer origamis, desenhar, etc. Para isso, só tens que clicar aqui: http://www.supercoloring.com/pt/desenhos-para-colorir/artes-e%20cultura/pinturas-famosas

Museu Ferroviário de Lousado

Imagem
V em fazer u ma viagem pela história dos Caminhos de Ferro portugueses. O Museu Nacional Ferroviário – Núcleo de Lousado, tutelado pela Fundação Museu Nacional Ferroviário, e gerido em parceria com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, situa-se na estação ferroviária de Lousado, no entroncamento da Linha do Minho com a Linha de Guimarães, ocupando a totalidade do original complexo oficinal da Companhia dos Caminhos de Ferro de Guimarães (1883/1927) com cerca de 1400 m2. O material, construído entre 1875 e 1965 é oriundo de oito companhias tendo sido adquirido em seis países com vários construtores.  O acervo do Museu inclui quatro locomotivas a vapor e a mais antiga locomotiva de via estreita em Portugal, construída em Inglaterra em 1874, que convive com a carruagem posto-médico, onde se homenageia Egas Moniz, médico ferroviário, galardoado com o Nobel da Medicina em 1949.

Olhares da nossa terra

Nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento, as turmas do 6º ano propuseram-se trabalhar na área do Património Local. Os alunos encontram-se a recolher informação sobre monumentos, espaços naturais, pessoas importantes, lendas, espaços de interesse local, etc. que se encontram em Ribeirão e localidades periféricas, tendo em conta sempre a naturalidade de cada aluno e a riqueza da interculturalidade que daí subjaz. Para além da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento outras áreas curriculares estão a articular de forma a desenvolver nos alunos competências que vão ao encontro do perfil do aluno na saída da escolaridade obrigatória, tais como: português, inglês, educação física e educação musical e educação visual. Este projeto tem como parceiros a Câmara Municipal de Famalicão (sobretudo no uso da plataforma Famalicão ID, representada pela Dra. Arminda Ferreira) e a Junta de Freguesia de Ribeirão, (representada pela professora Ivone Lima). O produto final será a realização de um filme a

Rede de Museus de Famalicão

Imagem

Apresentação da Direção Geral do Património Cultural (DGPC)

Imagem